Papa rezará o terço para pedir a intercessão de Maria no enfrentamento da pandemia

pic

No encerramento do mês mariano, como é tradição, o Papa rezará o terço nos Jardins Vaticanos às 17h30 (12h30 em Brasília), no próximo sábado, dia 30 de maio. Mas, desta vez, o evento será transmitido em streaming, com comentários em português, diretamente da Gruta de Lourdes. A duração prevista é de uma hora.

Os fiéis rezarão para pedir o auxílio e o consolo de Nossa Senhora para enfrentar a pandemia do coronavírus, inspirados pelo trecho dos Atos dos Apóstolos 1,14.

As dezenas serão rezadas por homens e mulheres representando as várias realidades tocadas pelo vírus: um médico, uma enfermeira, um paciente curado, uma pessoa que perdeu um familiar, um sacerdote, um capelão hospitalar, um farmacêutico, uma freira enfermeira, um representante da Defesa Civil, uma família cujo filho nasceu em meio à pandemia.

Adesão dos santuários

A iniciativa é do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização. O presidente, dom Rino Fisichella, escreve:

“Aos pés de Maria, o Papa Francisco depositará as aflições e as dores da humanidade, ulteriormente agravadas pela difusão da Covid-19.”

Para o arcebispo, trata-se de mais um “sinal de proximidade e de consolação para aqueles que, de algum modo, foram atingidos pelo vírus, na certeza de que a Mãe Celeste não desatende os pedidos de proteção”.

Santuários dos cinco continentes já deram sua adesão: Lourdes, Pompeia, Fátima, Cz?stochowa. Na América Latina, Guadalupe e Luján, entre outros. No Brasil, o Santuário de Aparecida confirmou sua participação.

O evento poderá ser seguido através do site e das redes sociais do Vatican News e da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB): @cnbbnacional.

 

Com informações da Bianca Fraccalvieri – Cidade do Vaticano